NOTÍCIAS

Judocas ateceanos conquistam títulos em competições no município

O último final de semana foi movimentado e cheio de conquistas para os atletas do Departamento de Judô do Avenida Tênis do Clube, devido a participação nos Jogos Escolares de Santa Maria (Jesma) e no Elite Pro Open de Jiu-Jitsu. Os eventos aconteceram no Centro Desportivo Municipal.

No sábado, 17, cerca  de seis judocas ateceanos representaram suas instituições de ensino nos Jogos Escolares de Santa Maria (Jesma). O Jesma é uma promoção da Prefeitura Municipal de Santa Maria, por meio da Secretaria de Município de Cultura, Esporte e Lazer. Os atletas venceram todos os combates que participaram. Os professoras André Moreira e Nicole Cruz acompanharam aos atletas que disputaram o Festival sub-11.

Confira os resultados 

Festival (até sub-11)
João Davi Gasparini (Colégio Março Polo)
Juliani Villa (Escola Estadual Marieta Dambrosio)
Pedro Villa (Escola Estadual Marieta Dambrosio)

Sub-15
Diego Moreira (Colégio Marco Polo)
Lucas Gasparini (Colégio Marco Polo)

Sub-18
Nicole Cruz (Escola Estadual Maria Rocha)

Já no domingo, 18, três atletas participaram do Elite Pro Open de Jiu-Jitsu, que garante vaga para o GP Super Copa Gaúcha 2019 e também da possibilidade de participação no Campeonato Brasileiro CBJJ 2020. O professor André Moreira foi o responsável por acompanhar os atletas.

Confira os resultados 
Categoria: Infanto (Sub-15)
Diego Moreira – -54Kg – Terceiro Colocado
Gustavo de Borba – -62Kg – Segundo Colocado

Categoria: Juvenil (Sub-18)
Nicole Cruz – Livre – Primeira Colocada

Categoria: Adulto
Nicole Cruz – Absoluto – Primeira Colocada

A judoca Nicole Cruz, 17 anos, realizou a sua primeira participação no Jiu-Jitsu, representando a UFSM – Mesquita Bros. Na ocasião, foi consagrada Campeã Juvenil Faixa Branca e Campeã do Absoluto Adulto Faixa Branca. Na categoria Absoluto Feminino, podem lutar todas as atletas inscritas, sem distinção de peso, mas com faixa branca.

Sobre a participação no Elite Pro Open de Jiu-Jitsu, a jovem ressalta: “Foi algo muito bom, no início, eu estava com um medo de participar, pois iria lutar com pessoas que praticam há mais tempo e que já tem uma grande experiência. Eu acreditei em mim mesma que eu era capaz, e levo isso como um grande aprendizado”, comenta a judoca.

Divulgação: Assessoria de Comunicação do Avenida Tênis Clube

Jornalista Viviane Campos | MTB/RS 19.230